E-mail : acapitalslz@gmail.com

Foto: Divulgação

Na manhã desta quarta-feira (30), Bianca Gomes, anunciou sua desistência da corrida eleitoral pela prefeitura de Cajari. A decisão é especialmente significativa, visto que Bianca era vista como uma a principal aposta da família Gomes no município.

Possíveis causas apontadas como decisivas para a desistência

Bianca Gomes tornou-se conhecida no município mais por sua falta de simpatia, carisma e humildade do que por qualquer outra qualidade política.

Segundo apurado pela nossa redação, foram aplicados esforços substanciais na tentativa de torná-la um produto atrativo, desde cursos de capacitação para melhorar sua habilidade de relacionamento com o público (curso de coaching), e mesmo assim seu nome não ganhou o impulso necessário para se tornar viável.

O boi de piranha da família Gomes

Com a retirada de Bianca Gomes da disputa, outra pré-candidata foi apresentada por ela na mesma postagem que emitiu sua desistência na corrida eleitoral. A sua substituta e escolhida pela família foi Mariana da Colônia.

O movimento é visto por lideranças políticas locais e a população local como uma estratégia de “boi de piranha“, um sacrifício planejado para evitar maiores prejuízos a imagem da família Gomes nas urnas, uma vez que Bianca não emplacou e deveria ter uma das votações mais chulas da história política de Cajari.

Centralização do pleito

As eleições de 2024 em Cajari estão agora, aparentemente, centradas entre o atual prefeito Constâncio Souza e a ex-prefeita Camyla Jansen. Enquanto o grupo dos Gomes enfrenta um declínio, marcado pelo abandono de várias lideranças políticas que antes lhes davam apoio, Constâncio Souza se beneficia dessa debandada, recebendo várias adesões e caminhando para uma possível reeleição tranquila.

O declínio do grupo dos Gomes e o fortalecimento de Constâncio Souza estão mostrando que o atual gestor deverá seguir a crescer e ampliando sua base, assim, caminhando para uma possível reeleição.

A desistência de Bianca Gomes não altera o curso da corrida eleitoral, uma vez que o derretimento do grupo já era previsto devido a forma do seu grupo fazer política “abandonando e traindo parceiros”, agora resta aguardar para ver como esses eventos impactarão nos próximos capitulos da política local cajariense.

Foto: Divulgação

Fonte: Blog do Joerdson Rodrigues
Compartilhe