E-mail : acapitalslz@gmail.com


Um novo ciclo está às portas da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) após o recente resultado da consulta prévia que escolheu o reitor e vice-reitor para o quadriênio 2023-2027. A comunidade acadêmica elege a Fernando Carvalho e Leonardo Soares em uma consulta pública realizada digitalmente através do sistema Helios Voting. A Comissão Eleitoral revelou os resultados da eleição à meia-noite do dia 21, marcando o início de uma nova era na UFMA.

O professor e candidato Fernando Carvalho recebeu 43,52% dos votos e foi o mais votado para o cargo de reitor, seguido pelos candidatos Luciano da Silva Façanha (36,38%), Isabel Ibarra Cabrera (15,78%) e Wener Miranda Teixeira dos Santos (3,59%).


Na corrida para a vice-reitoria, Leonardo Soares se destacou, totalizando 29,09% dos votos. Os outros candidatos seguiram com a seguinte distribuição de votos: Josefa Melo e Sousa Bentivi Andrade (25,15%), Ridvan Nunes Fernandes (13,42%), Maria do Carmo Lacerda Barbosa (10,53%), Marcelino Silva Farias Filho (9,65%), Dimas dos Reis Ribeiro (9,00%) e Benedito Viana Freitas (1,73%).


A votação se desenrolou sem interrupções, das 8h às 22h, de maneira virtual no Helios Voting. Imediatamente após o término do prazo, a contagem dos votos foi iniciada, e o resultado final compartilhado com a comunidade acadêmica. A participação foi robusta, com 28.183 votos registrados no total, compreendendo 27.716 alunos, 1.537 funcionários técnicos-administrativos e 1.930 professores. O procedimento eleitoral envolveu 14 seções, com seis urnas em cada uma, resultando em um total de 41 urnas.

O atual reitor da UFMA, Natalino Salgado, ressaltou a importância deste evento para a universidade e o corpo estudantil: “Durante todo o processo de consulta pública, aderimos à lei, regimento, estatutos e resoluções da Universidade. Tudo foi debatido e aprovado nos conselhos. O processo ocorreu de maneira democrática e as tecnologias digitais ajudaram a facilitar este processo. Hoje foi um dia de grande significado e renovação“.

A Consulta Pública é apenas a primeira fase do processo de seleção da nova administração da Universidade. A próxima etapa consistirá na formação de duas listas tríplices pelo Conselho Universitário (CONSUN), que serão encaminhadas ao Ministério da Educação até 60 dias antes do final do atual mandato.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva será responsável pela nomeação do novo reitor e vice-reitor, escolhidos entre os indicados nas listas tríplices fornecidas pelo Conselho Universitário. As listas tríplices não estabelecem um ranking, o que significa que qualquer um dos três indicados pode ser selecionado para os cargos de reitor e vice-reitor.

Fonte: Blog Ilha Rebelde
Compartilhe